Giro

Megaroubo de dados incluiu fotos, salários e endereços dos brasileiros

Crédito: Pixabay

A exposição de dados pessoais como CPF e endereço podem servir como forma de hackers realizarem crimes em nome das pessoas (Crédito: Pixabay)

O que pode ter se tornado o maior vazamento de dados da história pode ter atingido mais de 223 milhões de brasileiros e não expôs apenas CPF, data de nascimento e gênero dessas pessoas, mas também fotos de rosto, nomes, endereços, faixa salarial, CNPJ de empresas e até informações de veículos.

Na prática, esse roubo de dados serve como uma forma de criminosos se passarem por essas pessoas na internet, contraindo dívidas, baixando escrituras em nome delas e outras milhares de possibilidades ilegais que ainda não podem ser mensuradas.

+ Se Saúde não definir até semana que vem, ofereceremos vacina a Estados, diz Doria
+ Veja 4 dicas sobre como se proteger de e-mails falsos
+ Ameaças de golpes virtuais avançaram 400%, aponta estudo

Descoberta pela empresa de segurança digital Psafe há menos de 10 dias, a exposição dos dados pode ter saído da Serasa Experian, mas a companhia nega ter sido invadida e diz que está apurando o caso. Uma das explicações para indicar que o vazamento não saiu do banco de dados da Serasa é que algumas informações expostas sequer constam em seu banco de arquivos, o que invalidaria a tese de que o vazamento partiu da empresa.



Segundo o Estadão, a Psafe apontou que esses dados estão à venda no submundo da internet por US$ 100 dólares cada mil registros individuais.

Nesta quinta-feira (28), o Procon-SP notificou a Serasa Experian pedindo explicações sobre o vazamento dos dados e indicou que a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e o Código de Defesa do Consumidor preveem sanções para esse tipo de ocorrência. Segundo a instituição, as penas previstas na LGPD podem chegar até R$ 50 milhões e podem ser aplicadas a partir de agosto.

Agora, a Serasa terá três dias para responder às solicitações do Procon.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago