Negócios

Medo de crise chinesa faz Ibovespa ter 5ª queda e atingir mínima desde novembro

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Ibovespa tem queda e pior resultado desde novembro (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

SÃO PAULO (Reuters) – O temor de que um calote de uma grande incorporadora da China enfraqueça mais a economia global provocou nova derrocada das bolsas globais nesta segunda-feira, com o principal índice da bolsa brasileira caindo ao pior nível em quase 10 meses.

Pressionado sobretudo por ações de empresas de commodities e de bancos, o Ibovespa teve baixa de 2,33%, aos 108.842,94 pontos. O giro financeiro da sessão somou 32,5 bilhões de reais.

Ações de empresas de commodities, como Vale e Petrobras foram alguns dos principais destaques negativos. Além disso, papéis de bancos também caíram forte, refletindo temor de que novas altas da Selic esfriem o mercado de crédito no país.

 



 

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km