Giro

Médico norte-americano perdoa R$ 3,4 milhões de dívidas de pacientes com câncer

Crédito: Pexels

O médico percebeu que muitas famílias tinham sido afetadas pela pandemia da covid-19 e não conseguiam arcar com a dívida, por isso, decidiu perdoar o débito (Crédito: Pexels)

Um médico norte-americano chamou a atenção ao perdoar dívida de quase R$ 3,4 milhões de cerca de 200 pacientes com câncer ao perceber que estavam tendo dificuldades em pagar a conta.

De acordo com a BBC, depois de 30 anos de atuação, o médico Omar Atiq decidiu fechar sua clínica para tratamento de câncer no ano passado. Contratou, então, uma empresa para fazer a cobrança das pendências.

+ Estados terão incentivo para fortalecer ações contra o câncer
+ Pandemia dificulta diagnóstico precoce de câncer de pele, diz SBD

Ele percebeu, no entanto, que muitas famílias tinham sido afetadas pela pandemia da covid-19 e não conseguiam arcar com a dívida.

Depois de uma conversa com a sua mulher, o médico paquistanês optou por não cobrar essas pessoas e enviou um cartão de Natal informando que tinha decidido perdoar todos os saldos devidos à clínica por seus pacientes junto com o desejo de boas festas.

Antes de avisar aos devedores sobre o perdão da dívida, o médico entrou em contato com a Sociedade Médica de Arkansas, Estado onde estava localizada sua clínica, para saber se não havia nada impróprio na sua decisão.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel