Economia

Matriz da Iberia compra Air Europa pela metade do preço previsto por pandemia

Matriz da Iberia compra Air Europa pela metade do preço previsto por pandemia

Funcionário com traje de proteção se prepara a desinfetar um avião da Air Europa durante a pandemia de covid-19 em 30 de abril de 2020 no aeroporto de Son Sant Joan, em Palma de Mallorca, Espanha - AFP/Arquivos

A International Airlines Group (IAG), proprietária da Iberia, entre outras companhias aéreas, confirmou nesta quarta-feira (20) a aquisição da espanhola Air Europa, mas na metade do preço previsto, 500 milhões de euros, devido aos danos que a pandemia provocou no setor.

A IAG, que em novembro de 2019 havia acordado pagar 1 bilhão de euros (1,21 bilhão de dólares) pela companhia aérea, anunciou em um comunicado ter chegado a um acordo com seu atual proprietário, o grupo turístico espanhol Globalia, para reduzir o preço em 50%.

“IAG e Globalia anunciam hoje que emendaram o acordo original”, afirmaram em um comunicado conjunto.

Além disso, a IAG, que vai comprar a Air Europa através da Iberia, não pagará nada até o final do sexto ano seguinte à data de aquisição, ou seja, 2027, afirmaram.



A pandemia de covid-19 fez derrubar a demanda por voos internacionais, deixando em solo aviões em todo o mundo e provocando perdas de milhares de postos de trabalho no âmbito de drásticas reestruturações.

Neste contexto, a Air Europa recebeu em novembro 475 milhões de euros em empréstimos do governo espanhol, que considera a companhia aérea, a segunda maior da Espanha depois da Iberia, como uma empresa “estratégica”.

Com uma frota de 52 aeronaves, a Air Europa efetua voos nacionais, europeus e internacionais que incluem América Latina, Estados Unidos, Caribe e o norte da África.

A IAG – proprietária ainda da British Airways, Aer Lilngus e Vueling, entre outras – afirmou, sem dar mais detalhes, que o novo acordo com a Globalia está condicionado ao resultado das negociações em curso entre a Iberia e o governo espanhol sobre os termos não financeiros para ajudar a Air Europa.

O grupo assegura que espera concluir a aquisição no segundo semestre de 2021, lembrando que ainda não recebeu a luz verde da Comissão Europeia.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel