Mata Atlântica em risco

Mata Atlântica em risco

Amazônia, Pantanal e também a Mata Atlântica: os biomas brasileiros estão em perigo. Segundo levantamento da SOS Mata Atlântica o desmatamento da floresta no biênio 2018-2019 alcançou 14,5 mil hectares, 27,2% a mais em relação ao período 2017-2018. A notícia fica ainda pior diante do fato de que o aumento é registrado após dois períodos consecutivos de queda. Entre os estados com maior área desmatada, Minas Gerais está na liderança com uma perda de 5 mil hectares de área nativa. Não bastasse o impacto do número por si só, a derrubada da vegetação prejudica a região que ainda tenta se recuperar do desastre ambiental ocorrido em Mariana, quando os rejeitos da barragem do Fundão, da mineradora Samarco, atingiram a cabeceira da bacia e percorreram quilômetros ao longo do rio Doce. “Se o desmatamento continuar, pode ser que os esforços para a recuperação da área não sejam eficazes. É urgente coibir essas ações”, disse Marcia Hirota, diretora executiva da ONG.

Bahia e Paraná aparecem em seguida no ranking dos maiores desmatadores com 3,5 mil e 2,7 mil hectares. Os três líderes tiveram aumento de desflorestamento de 47%, 78% e 35% respectivamente, na relação com o período anterior. Rios e bacias também sofrem com a prática ilegal, tanto pelo assoreamento provocado pela falta de vegetação nas suas margens, quanto pela redução da fauna típica. Para a população, além da perda da riqueza natural, o reflexo é sentido, de maneira mais imediata, nas crises hídricas que já provocaram racionamento de água em estados das regiões Sudeste e Sul.

Evandro Rodrigues

(Nota publicada na edição 1197 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

Escassez de água ameaça o futuro da humanidade

Consumidores de recursos hídricos das principais bacias hidrográficas do País, como as dos rios Doce, São Francisco e Mucuri, têm até o [...]

Noronha: biodiversidade em risco

O governo federal liberou a pesca da sardinha dentro do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. Além de abrir um perigoso [...]

A responsabilidade de cada um

Elas trouxeram praticidade e uma nova maneira de beber uma boa xícara de café, mas as cápsulas com o pó da bebida tornaram-se um [...]

Edital para projetos de energia

Está aberto o processo que selecionará oito startups brasileiras com propostas inovadoras criadas para acelerar a transição energética no Brasil. Nesta edição, a iniciativa da Engie, empresa de energia, em parceria com o Senai, criou um fundo de R$ 2 milhões que será desmembrado em apoios de R$ 250 mil a R$ 400 mil para […]

Amazônia mais limpa

Mais de duas toneladas de resíduos sólidos, dos quais 900 quilos somente no ano passado, deixaram de ser descartados na Floresta [...]
Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.