Economia

Massa de salários em circulação na economia cai R$ 14,753 bi em um ano, diz IBGE

A massa de salários em circulação na economia encolheu R$ 14,753 bilhões no período de um ano, para R$ 210,724 bilhões, uma queda de 6,5% no trimestre encerrado em dezembro de 2020 em relação ao mesmo período de 2019. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o trimestre terminado em setembro, a massa de renda real subiu 0,2%, com R$ 412 milhões a mais.

O rendimento médio dos trabalhadores ocupados teve queda de 4,2% na comparação com o trimestre até setembro, R$ 109 a menos.

Em relação ao trimestre encerrado em dezembro do ano passado, a renda média subiu 2,8%, R$ 67 a mais, para R$ 2.507.

A renda média real no País ficou em R$ 2.543 na média do ano de 2020. A massa de renda totalizou R$ 213,412 bilhões na média de 2020.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel