Economia

Marinho reúne-se com MDB e diz que economia com militares dependerá do presidente

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, se reuniu com a bancada do MDB na Câmara dos Deputados para conversar sobre a proposta de reforma da Previdência. Na chegada, Marinho voltou a dizer que a ideia da equipe econômica é obter um saldo positivo para as contas com o texto que trata das regras dos militares.

Como mostrou o jornal O Estado S. Paulo, a expectativa de economia de R$ 92 bilhões em dez anos contempla apenas a mudança nas regras previdenciárias sem contabilizar o custo que haverá com a reestruturação das carreiras.

Marinho reforçou nesta terça-feira que a intenção é ter superávit com as mudanças, mas não confirmou o valor citado mais cedo pelo vice-presidente Hamilton Mourão, de R$ 13 bilhões. “O valor (do superávit) vai depender do presidente (Jair Bolsonaro)”, disse.

A proposta dos militares será detalhada amanhã pela equipe econômica após a entrega do texto que ainda passará pelo crivo final de Bolsonaro.

Veja também

+ Quarta parcela do auxílio sai hoje (14) para os nascidos em agosto

+ Cunhado de Maradona morre de Covid-19 na Argentina

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?