Mariana em compasso de espera

Mariana em compasso de espera

Quatro anos após o rompimento da barragem de Fundão, na região de Mariana (MG), a situação nas comunidades afetadas pela maior tragédia socioambiental do País continua quase a mesma. Os escombros de casas, móveis, roupas e objetos pessoais largados pelas ruas dão sinais de um local inóspito. O desastre também impactou o rio Doce e alguns afluentes, modificando a vida de milhares de pessoas por falta d’água e trabalho. Para protestar em memória às famílias dos 19 mortos na catástrofe, ocorrida em novembro de 2015, e cobrar providências das empresas responsáveis – Vale, Samarco e BHP –, diversas organizações da sociedade civil realizarão o ato “Finados Ambiental”, no sábado 2, no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (MASP). Na terça-feira 5, exata data em que o desastre de Mariana completará quatro anos, também ocorrerá a votação do relatório final do deputado Rogério Correia (PT-MG), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara dos Deputados sobre outra tragédia, a de Brumadinho, também causada pela Vale, em janeiro deste ano. O texto pede o indiciamento da Vale e da empresa alemã Tüv Süd, por crime socioambiental e corrupção empresarial, além do indiciamento de vinte
e duas pessoas por homicídio doloso e lesão corporal dolosa.

(Nota publicada na Edição 1145 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Transição Verde

A Comissão Europeia anunciou que investirá mais de R$ 60 bilhões nos próximos anos para reduzir as emissões de carbono e incentivar a [...]

Brasil pode ter mais emissões na pandemia

Com a pandemia gerada pela Covid-19 e consequentemente a recessão global, as emissões de gases de efeito estufa deverão recuar [...]

Tintos, brancos e rosés mais verdes

Vinhos da região do Alentejo, em Portugal, estão se destacando dos demais por um “selo” de produção sustentável. O Programa [...]

Parques para todas e todos

Uma parceria entre o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (Unops) e o Instituto Semeia e foi apoiado pela ONU [...]

Cápsulas de café em alumínio reciclado

A Nespresso, marca pioneira no mercado de cafés porcionados, anuncia que suas cápsulas serão produzidas com 80% de alumínio reciclado e [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.