Giro

Marco Lucchesi toma posse na Academia Brasileira de Letras

Tomou posse hoje (12), no Rio de Janeiro, o professor, poeta e escritor Marco Lucchesi, reeleito por unanimidade para presidir a Academia Brasileira de Letras (ABL) por um período de quatro anos.

Carioca, nascido em 9 de dezembro de 1963, Lucchesi é o mais jovem presidente da ABL dos últimos 70 anos. O mais novo em toda a história da instituição foi Pedro Calmon, que assumiu a academia em 1945, aos 43 anos.

Em seu discurso de posse, ele defendeu “um olhar frontal e desarmado para o presente”. “Não como súditos ou inimigos, mas enquanto cidadãos para construir, de forma inclusiva e generosa, o bem comum”.

A diretoria da ABL é composta ainda pelo secretário-geral Merval Pereira; pelo primeiro-secretário Antônio Torres; pelo segundo-secretário Edmar Bacha; e pelo tesoureiro José Murilo de Carvalho.

Mudança

Lucchesi lembrou que houve uma mudança regimental antes de sua eleição, quando ficou decidido que o presidente da ABL pode permanecer de forma ininterrupta no cargo por até quatro anos.

“Esse seria o tempo ideal para a realização de projetos mais intensos na instituição, em vez do período de dois anos que vigorava anteriormente”, explicou. A eleição é renovada a cada ano, para confirmar a permanência da chapa vencedora. A diretoria reeleita entra agora no seu terceiro mandato consecutivo.