Economia

Marcio Felix alega “razões estritamente pessoais” em carta de demissão ao MME

O ex-secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, Marcio Felix, exonerado do cargo a pedido, alegou “razões estritamente pessoais, para pedir demissão. Em carta datada da última sexta-feira, 30, ele reiterou “integral apoio ao programa de trabalho” do ministério e se colocou à disposição para seguir ajudando a realizar as políticas públicas relacionadas a biocombustíveis, gás e petróleo “como cidadão brasileiro e técnico da área”.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, divulgou carta de agradecimento na qual afirmou que Felix “soube lidar, muito bem, com o dilema diário de identificar prioridades e de atribuir velocidade a questões primordiais para o desenvolvimento sustentável do País, conciliando demandas; levando, a excelentes termos, eventuais divergências; e superando desafios”.

No texto, ele também sinaliza que pretende seguir contando com oportunas contribuições de Felix.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?