Sustentabilidade

Mar de oportunidades

Vilãs do ambiente, as embalagens plásticas se tornaram aliadas de David de Rothschild, da família de banqueiros 

Na segunda-feira 26, ele concluiu o percurso de 13 mil quilômetros entre São Francisco (EUA) e Sydney (Austrália). A viagem foi feita no Plastiki (foto), um catamarã produzido de plástico reciclado e cuja sustentação é garantida por 12,5 mil garrafas PET. O objetivo de Rothschild é chamar a atenção para a importância da reciclagem e os efeitos do transporte marítimo sobre o meio ambiente. O setor responde por 80% do comércio mundial e é responsável por cerca de 5% das emissões globais de dióxido de carbono (CO2). A maior fatia se refere ao consumo de combustível, sem contar a poluição dos oceanos com detritos. Rothschild não é o único em busca de soluções ecológicas. Conheça outras iniciativas:



 

 60.jpg

1 – Embarcação: Planet Solar Idealizador: Raphaël Domjan Investimento: US$ 7,6 milhões 
No que é inovador: com 31 m de comprimento, é o maior catamarã do mundo movido a energia solar

 

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



 

61.jpg

2 – Embarcação: Earthrace Idealizador: Pete Bethune Investimento: US$ 3,8 milhões
No que é inovador: primeira superlancha abastecida com biodiesel a dar a volta ao mundo

  

 

67.jpg

3 – Embarcação: Tribu Idealizador: Luciano Benetton Investimento: US$ 30 milhões
No que é inovador: tudo nele é ecológico. Do material usado na construção à gestão de resíduos 

 

 

 

 

Reciclagem


A bermuda da Schincariol

 

À primeira vista, não existe nenhuma relação entre a Schincariol, presidida por Adriano Schincariol, e o mundo da moda. Mas não é isso que acontece. A empresa decidiu dar um destino sustentável para as embalagens da água Schin.

 

 

66.jpg

 

 

Elas servem de base para a produção do tecido usado na linha Recycler Series (foto) , da americana Billabong. As garrafas PET são coletadas durante corridas de rua patrocinadas pela Schincariol. Desde 2009, já foram reciclados quatro milhões de garrafas.

 

 

59.jpg

 

 

 

 

Energia


Usina de bolso 

 

Essa é para quem não desgruda do Twitter nem consegue ficar longe da internet, mesmo nos momentos de lazer ao ar livre. A americana Horizon desenvolveu um carregador que não precisa ser ligado na tomada. Batizado de HydroFILL, o aparelho custa US$ 650 e gera energia por meio da reação químico-física das moléculas de hidrogênio, a partir do calor. Para isso basta encher o compartimento com água da torneira e plugar o aparelho na placa solar que acompanha o kit. 

 

 

63.jpg

 

 

 

Indústria 


Tinta ecológica

 

A indústria automotiva é uma das que mais colaboram com a emissão de dióxido de carbono (CO2). Para reduzir seu passivo ambiental nessa área, a filial brasileira da holandesa AkzoNobel Car Refinishes aposta em tintas livres de derivados de cromato, um metal tóxico. As novas versões das marcas Wandacar e Wandalac chegam ao mercado em agosto. Elas são resultado de um investimento de E 300 mil. Com isso, além de se antecipar a uma possível mudança na legislação (o cromato foi banido na Europa e nos Estados Unidos), as tintas ajudam a  empresa a construir uma imagem ambientalmente correta. 

 

62.jpg

 

 

 

 

Combustível


Biodiesel de frango 

 

Na disputa entre os defensores do biodiesel e os que dizem que esse combustível pode prejudicar a produção de alimentos, quem deve sair perdendo é a galinha. Pes-quisadores da Universidade de Nevada, nos EUA, desenvolveram uma técnica para fabricar o combustível a partir de penas de aves. O sistema é relativamente simples e consiste no processamento do substrato resultante da fervura das penas da ave. Cada tonelada de pena deve render cerca de 70 litros de biodiesel. 

 

 

 

 

 

Empresas do Bem

 

Trabalho


Aprendizes do Secovi

 

Rotinas de escritório, informática e atividades ligadas à área de beleza integram a lista de cursos do Projeto Ampliar, destinado à inserção de jovens carentes de São Paulo no mercado de trabalho. O programa é financiado pelo Sindicato da Habitação (Secovi-SP) em parceria com o Senai-SP e a grife francesa Payot, fabricante de cosméticos. Desde 1990, foram treinados 30 mil jovens e 70% deles estão atuando na profissão escolhida. 

 

 

64.jpg

 

 

 

 

Música


Sons da Diageo

 

A inglesa Diageo, gigante do setor de bebidas, quer mostrar que o samba e outros ritmos populares também podem ser aprendidos no colégio. Por meio do Projeto Buchanan’s Forever, a Diageo pretende transformar jovens de baixa renda em músicos. O programa conta com o suporte do Clam, centro musical criado por Amilton Godoy, fundador do Zimbo Trio. As iniciativas sociais da Diageo já beneficiaram 4,5 mil adolescentes no País. 

 

 

65.jpg


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto