Giro

Manifestação cresce na Paulista e bandeiras verde e amarelo aparecem

A concentração de pessoas na Avenida Paulista, em São Paulo, pedindo a saída do presidente Jair Bolsonaro aumentou, com o maior número das pessoas em frente ao Museu de Arte de São Paulo (MASP), segundo imagens da GloboNews. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) interditou seis quarteirões da Paulista. Os manifestantes devem seguir mais tarde em direção ao centro da cidade, até a Praça Roosevelt.

As cores verde e amarelo, que são normalmente utilizadas por defensores do presidente, aparecem em alguns pontos na manifestação. Em uma dessas eram vistos faixas os dizeres: “Fora Bolsonaro, essa bandeira é nossa”.

Pôde-se ver ainda bandeiras dos movimentos sindicais, sem terra, dos professores (Apeoesp) e de movimentos sociais. Além dos pedidos de saída do Bolsonaro da Presidência, os manifestantes lamentam os mortos pela covid-19 e pedem por aumento do auxilio-emergencial para R$ 600 reais.



Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km