Mangia che fa benne

Mangia che fa benne

Brasil e Itália nunca estiveram tão unidos pela gastronomia. Em valores totais, as importações brasileiras de alimentos provenientes da Itália somaram € 205 milhões no ano passado. Quase metade desse volume se concentra em três segmentos – vinhos (€ 41 milhões), massas (€ 25 milhões) e azeites (€ 21,5 milhões). Para Erica Di Giovancarlo, diretora para o Brasil da Italian Trade Agency (ITA) no Brasil, a expectativa é que o acordo entre o Mercosul e a União Europeia amplie as oportunidades para os produtos italianos no mercado brasileiro, tornando-os mais acessíveis a uma maior parcela da população e mais presentes em todo o território nacional. No ano passado, o Brasil importou € 7,7 bilhões em produtos alimentares (de todos os tipos). A Itália corresponde a 2,7% desse total, ocupando a 10a posição entre os principais parceiros comerciais nesse segmento, e o 3º entre os países europeus, depois de Portugal e Espanha.

(Nota publicada na Edição 1146 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança


Mais posts

Investe “che te fa bene”

Chi a buon albero s’appoggia, buon ombra lo ricopre. O antigo ditado italiano (Quem a boa árvore se acolhe, boa sombra o cobre) poderia [...]

CredPago mira em inquilinos inadimplentes

A startup CredPago aposta em uma ferramenta on-line e gratuita para que imobiliárias consigam resolver o problema da inadimplência com seus inquilinos, que disparou 50% desde o início da pandemia, segundo o Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo. Chamada de Fica Azul, a plataforma permitirá que acordos sejam fechados remotamente. A estimativa […]

Explosão infantil

Não são apenas as plataformas de filmes e música, como Netflix e Spotify, que estão sorrindo à toa com o isolamento social. Os canais [...]

Arte para reinventar o negócio

Outro efeito positivo da crise sobre as pessoas e as empresas é a busca por inovação e criatividade. Tanto é que, ao enxergar o aumento [...]

Veículos aceleram

Aos poucos, as vendas das lojas de automóveis estão voltando a crescer no País, de acordo com levantamento da plataforma InstaCarro. O segmento já registra dois meses consecutivos de alta mesmo com as incertezas econômicas. Em maio, o crescimento foi de 93% na comparação com o indicador de abril. E junho aumentou 66% em relação […]

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.