Mais dois prêmios da Decanter para a vinícola mineira Maria Maria

Mais dois prêmios da Decanter para a vinícola mineira Maria Maria

Os diplomas de prata e de bronze e os rótulos premiados este ano: vinhos de Minas Gerais com prestígio internacional

Esta quarta-feira (7) foi motivo de festa na Fazenda Capetinga, em Boa Esperança (MG). E o motivo para a celebração veio da Inglaterra, sede da revista Decanter e do influente prêmio que ela promove há 18 anos, o Decanter World Wine Awards. Eduardo Junqueira Nogueira Junior, que faz parte da quinta geração de uma tradicional família de cafeicultores do Sul de Minas Gerais, recebeu a notícia de que dois dos vinhos Maria Maria, vinícola que ele idealizou em 2006, depois de ter sofrido um ataque cardíaco, haviam sido premiados pela Decanter. “É a quarta que recebemos premiação de lá nos últimos cinco anos”, afirmou Eduardo, orgulhoso de suas conquistas. Não é para menos.



A medalha de prata, com 90 pontos, foi para o Maria Maria Fernanda Sauvignon Blanc 2020. Para o Donita Grand Reserva Syrah-Cabernet Sauvingon 2017, a Decanter concedeu medalha de bronze e 88 pontos. Se os nomes parecem curiosos, vale destacar que todos rótulos Maria Maria homenageiam pessoas da família de Eduardo. Já o nome da vinícola vem de uma famosa canção do amigo Milton Nascimento, frequentador de longa data da Fazenda Capetinga.

O projeto de plantar vinhedos ali foi possível graças à parceria com o enólogo, pesquisador e produtor Murillo Albuquerque Regina, pioneiro na região da técnica da dupla poda que permite colheitas no inverno. A alteração do ciclo das parreiras revolucionou a vitivinicultura no Sudeste brasileiro e tem garantido grandes vinhos a cada ano, alguns com grande reputação internacional.

Na Fazenda Capetinha, cuja produção de café possui os selos Certifica Minas e Rainforest Alliance, as primeiras mudas de Syrah, Cabernet Sauvignon e Sauvignon Blanc foram plantadas no final de 2009. Em 2011 foram plantadas mudas de Chardonnay para a produção de espumantes. Os produtos são encontrados em lojas especializadas como Casa Santa Luzia a preços em torno de R$ 159,00. Vale provar.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022




Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto


Sobre o autor

Celso Masson, 53, é jornalista, diretor de núcleo da Editora Três, winemaker e palestrante de vinhos. Nos últimos dez anos, vem estudando e acompanhando a produção, os negócios e os prazeres do mundo da enologia. Se formou winemaker após integrar um exigente programa oferecido pela Escola do Vinho Miolo. Já tem três rótulos produzidos em parceria com a inovadora vinícola brasileira.


Mais colunas e blogs


Mais posts

Ver mais

Copyright ©2022 - Três Editorial Ltda.
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.