Ciência

Mais de 5.250.000 casos de coronavírus declarados no mundo (contagem da AFP)

Mais de 5.250.000 casos de coronavírus declarados no mundo (contagem da AFP)

(Arquivo) Funcionário da equipe de saúde do hospital Cesar Garayar carrega cilindro de oxigênio - AFP


Mais de 5.250.000 casos do novo coronavírus foram contabilizados oficialmente no mundo, mais de dois terços deles na Europa e nos EUA, segundo balanço realizado pela AFP a partir dos números oficiais, neste sábado (23) às 16H50 GMT.

Foram registrados ao menos 5.250.658 casos da doença, incluindo 339.172 mortes, principalmente na Europa – o continente mais afetado, com 2.003.510 casos e 173.186 mortes -, e nos Estados Unidos (1.604.879 casos, com 96.125 mortos).

A América Latina e o Caribe são agora o epicentro da doença: 33.719 novos casos registrados até 22 de maio (em comparação com 28.647 nos Estados Unidos e Canadá, e 20.867 na Europa).

Os Estados Unidos e Canadá são os locais onde o número de casos diários aumentou mais rapidamente até o momento.

O aumento na América Latina e no Caribe (com 685.508 casos, dos quais 37.762 morreram até este sábado) está amplamente relacionado ao aumento de casos no Brasil (com 330.890 casos, número que dobrou em 12 dias), assim como o Peru (111.698), Chile (65.393) e México (62.597).

O número de casos oficialmente declarados no mundo dobrou em um mês, e em menos de três dias foram registradas mais de 250.000 novas infecções.

Os dois maiores aumentos diários desde o início da pandemia foram registrados na quinta e sexta, respectivamente mais de 106.000 e 110.000 novos casos detectados em 24 horas no mundo, sempre de acordo com dados oficiais.

O número de casos diagnosticados representa apenas uma parte do número real de contaminações, já que a grande maioria dos países apenas diagnostica casos graves ou não tem capacidade para realizar testes.