Ciência

Mais de 40% dos portadores de coronavírus em cidade italiana eram assintomáticos

Mais de 40% dos portadores de coronavírus em cidade italiana eram assintomáticos

Um soldado italiano patrulha perto da cidade de Vo Vecchio, norte da Itália - AFP/Arquivos

Mais de 40% dos habitantes de uma cidade italiana, que testaram positivo à COVID-19, não apresentaram nenhum sintoma da doença, segundo um estudo publicado nesta terça-feira (30) que destaca a rápida propagação do coronavírus.

Esse estudo mostra a importância dos testes de diagnóstico em massa e do isolamento dos portadores do vírus para conter os focos de contágio, de acordo com os autores da pesquisa, publicada na revista científica Nature.

No final de fevereiro, foi registrada a primeira morte pelo vírus na Itália na cidade de Vo’ (3.200 habitantes), no norte da península. Imediatamente foi imposto um confinamento de duas semanas, durante o qual os cientistas puderam fazer testes em mais de 85% da população.

O estudo mostra também que as crianças menores de 10 anos não deram positivo no teste, mesmo as que viviam com adultos infectados.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança