Economia

Mais de 30% dos americanos não pagaram aluguel em abril

Crédito: AFP

Anúncio em rua dos Estados Unidos pede para as pessoas seguirem em casa (Crédito: AFP)


Pelo menos um terço dos norte-americanos entraram o mês de abril sem pagar o aluguel, segundo dados do Conselho Nacional de Habitação Multifamiliar. O dado é mais um indicativo de como os efeitos do coronavírus e a alta nos níveis de desemprego, que já atingiu mais de 17 milhões de pessoas, estão afetando a principal economia do mundo.

Dos mais de 13 milhões de apartamentos indicados no relatório, 69% dos locatários pagaram aluguel entre os dias 1 e 5 de abril. No começo de março, quando o coronavírus ainda não era um problema nos Estados Unidos, 81% dos locatários estavam com o aluguel em dia.

+ Pedidos por seguro-desemprego voltam a aumentar acentuadamente nos EUA
+ Ajuda para aéreas será ‘próxima grande coisa’ a ser lançada nos EUA, diz Mnuchin

Nos primeiros cinco dias de abril de 2019, 82% das famílias pagaram o aluguel dentro do prazo.

Segundo a CNN, uma parte da lei de estímulos de US$ 2 trilhões será destinada aos locatários em moradias populares subsidiadas pelo governo, incluindo uma moratória de 120 dias sobre despejos e multas por atraso no pagamento.

O problema é que a maioria dos aluguéis são de propriedade de proprietários privados, não elegíveis ao benefício do governo. Duas alternativa possíveis para os inadimplentes é negociar o pagamento nos próximos dias, ou usar um cheque com US$ 1 mil dado pelo governo para cobrir despesas urgentes.

O coronavírus já atingiu 432 mil pessoas nos Estados Unidos, sendo 14,8 mil mortes.