Tecnologia

Mais de 100 milhões de contas de celular são expostas em novo vazamento

Crédito: Pexels

Este novo vazamento inclui inclusive dados do presidente Jair Bolsonaro, como tempo de duração das ligações, número de celular, dados pessoais e muito mais (Crédito: Pexels)

Mais um vazamento de informações pessoais pode ter ocorrido no Brasil e de proporções gigantescas, que envolveria operadoras de telefonia celular. A estimativa é que desta vez mais de 100 milhões de contas de celular foram vazados na internet.

De acordo com o NeoFeed, a empresa de cibersegurança PSafe, por meio de seu dfndr lab, acaba de descobrir este novo vazamento, que inclui dados do presidente Jair Bolsonaro, como tempo de duração das ligações, número de celular, dados pessoais e muito mais.

+ Pesquisador invade programa de 33 empresas de tecnologia

Os relatórios apontam para vazamento de duas operadoras de telefonia, Vivo e Claro, como alega o cibercriminoso, que está vendendo as informações na dark web e foi contatado pela equipe da PSafe.

O hacker diz ter informações de 57,2 milhões de contas telefônicas da Vivo. A base vazada contaria com dados como nome, número do telefone, RG, data de habilitação, endereço, maior atraso e menor atraso no pagamento, dívidas, valor de faturas, se é pré-pago ou pós-pago.

O hacker alega ter 45,6 milhões de registros da Claro e teria dados com CPF, CNPJ, o tipo de plano, endereço, email, o número de telefone e outras informações.

Ao NeoFeed, a Vivo disse que reitera a transparência na relação com os seus clientes e ressalta que não teve incidente de vazamento de dados. A companhia destaca que possui os mais rígidos controles nos acessos aos dados dos seus consumidores e no combate à práticas que possam ameaçar a sua privacidade.

Já a Claro informou que não identificou vazamento de dados. Como prática de governança, uma investigação também será feita pela operadora. A Claro garante que investe em políticas e procedimentos de segurança e mantém monitoramento constante para identificar fraudes e proteger seus clientes.


Veja também
+ Trombose após vacinação com AstraZeneca: Quais os sintomas e como se deve atuar?
+ Auxílio: Governo antecipa pagamento da terceira parcela; veja o calendário
+ Confira 5 cuidados para ter na hora de vender um carro
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Ex-polegar é atropelado após encontro com Bolsonaro