Geral

Mairiporã alerta turistas esportivos a se vacinarem contra febre amarela

A Prefeitura de Mairiporã lançou nesta sexta-feira, 12, uma campanha para que praticantes de atividades esportivas se vacinem contra a febre amarela antes de visitarem a cidade. Em paralelo, agências e organizadores de eventos esportivos também fazem alertas aos interessados em visitar Mairiporã, a cidade mais afetada pela doença na Grande São Paulo.

“Mairiporã é uma cidade muito propícia para práticas esportivas, tem trilhas, montanha, represas. Algumas pessoas pensam que se já tomou a vacina já pode vir para a cidade, mas a campanha salienta que é preciso esperar 10 dias para ela ter efeito”, ressalta o secretário municipal do Esporte, Cultura e Lazer da cidade, Ronaldo Fratello.

Sócio da equipe de canoagem e stand up paddle Piratas de Mairiporã, Victor Coelho, de 31 anos, diz que o número de clientes caiu quase pela metade devido ao surto de febre amarela. “Em época boa é de 20 pessoas por dia, agora são uns 10, 12”, comenta.

Já a Tribo do Pedal Selvagem, organizadora de um evento de Mountain Bike na cidade em março, está alertando os inscritos no evento sobre o surto da doença. “Sempre que um atleta nos procura, estamos organizados a perguntar se está vacinado, se não estiver estamos indicando o não comparecimento, a vacinação imediata e o aguardo de 10 dias no mínimo”, diz o guia da empresa, Fábio Caldeo, de 48 anos.

Ainda em janeiro, no dia 28, Mairiporã também recebe uma das etapas da Copa Paulista de Corrida de Montanha. “Não temos tido problemas nem muitos questionamentos sobre isso. A grande maioria dos atletas já é vacinado por que tem o hábito de correr provas de montanha, que são sempre em meio a natureza”, informou por meio da assessoria de imprensa.

Prefeitura. Com as hashtags #Mairiporãesportiva e #atletavacinado, a campanha participa de ações de conscientização e vacinação, como o mutirão marcado para este sábado, 12, na única entrada do Parque Estadual da Cantareira na cidade, no chamado Núcleo Águas Brancas.

“Estamos esperando você. Venha nadar, correr, jogar, radicalizar, mas não se esqueça de se vacinar contra a febre amarela”, diz a campanha. Fechado em outubro, o Parque da Cantareira foi reaberto nesta semana pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente de São Paulo.

Neste sábado, 12, a Prefeitura realiza um mutirão de vacinação na única entrada do Parque Estadual da Cantareira localizada na cidade, justamente destinada aos visitantes que procuram atividades esportivas e contato com a natureza. Fechado em outubro, o parque foi reaberto na quarta-feira, 10, pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente de São Paulo

Das 21 mortes causadas pela febre amarela no último ano, ao menos duas foram de pessoas que contraíram a doença no município, localizado na Grande São Paulo. Além disso, Mairiporã tem ao menos outros 42 casos suspeitos de terem relação com a febre amarela, de acordo com a Prefeitura.