Economia

Maia: é impossível aprovar Orçamento de 2021 antes de aprovar a PEC Emergencial

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Rodrigo Maia afirmou que hoje há uma preocupação no prazo para aprovação da PEC, já que a discussão ficará para depois das eleições municipais (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira, 15, que acha impossível aprovar o Orçamento de 2021 antes da PEC Emergencial, que cria mecanismos de ajustes fiscal. “É um risco muito grande para o governo”, afirmou.

Durante a live sobre “O papel do poder Legislativo na recuperação econômica”, promovida pelo banco BMG, o parlamentar afirmou que hoje há uma preocupação no prazo para aprovação da PEC, já que a discussão ficará para depois das eleições municipais.

+ Rodrigo Maia quer formar comissões para tratar de sustentabilidade na Câmara
+ Rodrigo Maia tem resultado positivo em teste para covid-19

Em um cenário “otimista”, segundo Maia, seria possível analisar a emenda constitucional na Câmara apenas no final de dezembro. “Em tese, se nós quisermos, nós votamos entre o Natal e o ano novo. Então é disso que nós estamos falando, é desse prazo, é isso que me preocupa”, afirmou.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel