Finanças

Magalu: entenda porque as ações continuam caindo após derreterem em 2021

Crédito: Divulgação - Magazine Luíza

O Magazine Luiza viu suas ações recuarem mais de 70% no ano passado (Crédito: Divulgação - Magazine Luíza)

A alta na inflação e o aumento das taxas de juros estão afetando em cheio o consumo das famílias brasileiros e o impacto para o comércio tem sido gigantesco. Empresas como Magazine Luiza, Via e Lojas Americanas estão amargando perdas no valor das suas ações.



O Magazine Luiza foi o que mais sentiu o impacto e viu suas ações recuarem cerca de 72% no ano passado, atingindo o pior desempenho do Ibovespa (principal indicador da bolsa brasileira). E o ano não começou muito bem para a varejista. Só nos primeiros 10 dias de 2022, a rede contabilizou desvalorização de 18,69%.

+ Conselho do Magazine Luiza aprova emissão de R$ 2 bilhões em debêntures

“Mesmo a Magalu sendo grande empresa de varejo e bem famosa na Bolsa brasileira, com alta de 1.400% desde a revolução de 2016 com a chegada de Frederico Trajano, que é o CEO da empresa, e sendo voltada para investimento em tecnologia teve baixa grande por conta da inflação e desafio de repassar esses custos, por conta da instabilidade econômica, para o consumidor final”, diz Enzo Ribeiro, especialista em soluções financeiras inteligentes e pós-graduado em Economia.

O cenário atual é bem diferente do de 2020, quando os papéis do Magalu tiveram alta de 109%, graças à digitalização que começou bem antes na rede e, quando a pandemia confinou todos em casa, a empresa já estava preparada para atender aos clientes virtualmente.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



Só que ano passado, com o avanço da vacinação, o consumidor voltou ao mercado físico. Porém, sem a retomada econômica, o varejo não conseguiu alcançar o crescimento esperado.

Isso sem falar de todo o contexto macroeconômico que coloca dúvidas sobre a política econômica e fez as ações, especialmente do setor varejista, desabarem.

“Outro fator importante foi aumento das margens, aumento da concorrência, inclusive de outros países, também causou impacto”, diz Enzo Ribeiro.

“E um outro motivo está associação à queda e crescimento sobre o valor bruto de venda da plataforma para 22% ao ano, abaixo das principais concorrentes no mesmo período e isso impacta direto no investimento de novos investidores por conta de todos esses riscos e baixas ocasionadas por esses motivos e associada, principalmente, à inflação”, finaliza o especialista.


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto