Economia

Macron apresenta primeiro orçamento a fim de impulsionar economia da França

O governo do presidente Emmanuel Macron apresentou seu primeiro orçamento na França nesta quarta-feira. O documento é uma peça central no plano do líder de impulsionar a presença do país na Europa, com uma redução no Estado e uma tentativa de impulsionar uma economia que cresce pouco.

O orçamento para 2018 prevê que o déficit orçamentário seja reduzido com cortes de gastos em áreas há tempos protegidas pelo Estado francês, como habitação e empregos patrocinados pelo governo. A projeção é de que o déficit orçamentário da França diminua a 2,6% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018, de 2,9% no ano atual. Com isso, autoridades em Paris dizem que a França conseguirá atender às determinações da União Europeia para evitar déficits excessivos.

Para encorajar a tomada de riscos e o crescimento, o governo cortará impostos sobre riquezas e capitais. Além disso, retirará outros encargos de trabalhadores e negócios para aposentados e proprietários. “É hora de mudar nossa lógica e o modo de pensar. É hora de ter um orçamento que encoraje agressivamente o crescimento e os empregos”, afirmou o ministro da Economia e das Finanças, Bruno Le Maire.

O orçamento de 2018 é um símbolo do programa de defesa dos negócios conduzido por Macron e que foi sua bandeira na eleição de maio. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança