Política

Lula critica falta de respeito de Bolsonaro às vítimas; presidente deve sair, diz

Crédito: Divulgação

O ex-presidente Lula (Crédito: Divulgação)

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva afirmou na manhã desta quarta-feira, 29, que o presidente Jair Bolsonaro não tem mais condições de governar o Brasil e voltou a defender a sua saída do cargo. “Essa falta de respeito e solidariedade do Bolsonaro às vítimas do coronavírus e aos seus familiares mostra o quanto precisamos discutir a mudança desse governo. É grave. Ele não cuida da pandemia, não cuida da economia e não cuida do povo”, disse Lula, em entrevista ao Show do Antônio Carlos, na Super Rádio Tupi do Rio.

Na entrevista, o petista disse que para cuidar da vida do ser humano não há preço. “Tem de rodar dinheiro e aumentar a base monetária do País enquanto durar essa pandemia”. Na defesa do País imprimir moeda para que as pessoas tenham dinheiro para ficar em casa nessa pandemia, Lula disse que não há risco de inflação porque não existe demanda.

+ Para ex-chanceleres, política externa do governo Bolsonaro isola o Brasil
+ ‘Saúde de Bolsonaro é de interesse do País’, diz Ayres Britto
+ Vírus vai atingir 70% da população, diz Bolsonaro

“Não é apenas questão econômica/financeira, o povo brasileiro não é apenas número, é gente, a vida do ser humano não tem preço. Eu sei que vocês querem trabalhar, sei que muitos precisam de dinheiro, mas tentem ficar em casa. É a melhor forma de se proteger. Se precisar sair mesmo, use máscara, se proteja e cobre do seu patrão segurança no local de trabalho”, disse o ex-presidente na entrevista.

Além das críticas a Bolsonaro, Lula criticou também alguns dos colaboradores do atual governo e o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro. A respeito do ex-juiz condutor da Lava Jato, responsável pela sua prisão, Lula disse que ele sabe de sua inocência e pretende provar que o ex-ministro “é mau caráter, mau juiz e jogou politicamente (com sua prisão)”.

Na avaliação do ex-presidente, o Brasil era protagonista internacional, “e Bolsonaro jogou tudo fora”. Para o petista, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, “é um maluco”. E o ministro da Economia, Paulo Guedes, não utiliza a palavra investimento, “ele só fala em ajuste fiscal e venda de empresa”, criticou.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança