Finanças

Lucro recorde do Itaú tem empurrão de provisões

Crédito: Divulgação

O lucro líquido recorde do Itaú Unibanco no ano passado, de cerca de R$ 24 bilhões, teve um impulso dos menores gastos do banco com calotes, as chamadas provisões para devedores duvidosos (PDDs). Somente nessa linha, o banco economizou mais de R$ 6,5 bilhões. Seu principal concorrente, o Bradesco, poderia ter seguido o mesmo caminho não fosse uma postura mais conservadora, segundo a agência de risco Austin Rating.



Travesseiro
Mesmo sem casos excepcionais tão maiores que os de seu par, a instituição acabou gastando cerca de R$ 900 milhões a mais do que no ano anterior para manter seu colchão para possíveis perdas. O Santander Brasil, em menor escala que o Itaú, também teve ajuda da queda das provisões no ano passado, de quase R$ 1,5 bilhão. A Austin considerou os resultados com ajustes dos bancos em 2017.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?