Dinheiro em Ação

Lucro de empresas brasileiras sobe 20% no 2º trimestre

Lucro de empresas brasileiras sobe 20% no 2º trimestre

Papéis avulsos

As 306 empresas brasileiras de capital aberto lucraram R$ 26,5 bilhões no segundo trimestre deste ano, alta de 20% em relação aos R$ 21,7 bilhões do mesmo período de 2017, de acordo com a empresa de informações financeiras Economatica. As estatais Petrobras e Eletrobras não foram consideradas nesse cálculo. Dos 26 setores, 15 mostraram avanço nos ganhos na comparação anual. O segmento financeiro liderou lista ao apresentar lucro de R$ 17,6 bilhões, alta de 15,7%, com o Itaú Unibanco registrando um lucro de R$ 6,24 bilhões. Em segundo lugar ficou o setor elétrico, que ganhou R$ 3,03 bilhões. A área de telecomunicações, por sua vez, se destacou ao recuperar o prejuízo de R$ 2,2 bilhões registrado no segundo trimestre de 2017 para um lucro de R$ 2,18 bilhões no mesmo período deste ano. Na ponta negativa, o setor de papel e celulose teve o maior prejuízo entre os setores ao aprofundar as perdas em 38%, para R$ 3,03 bilhões.

 

Energia

Eletrobras vende ativos

A diretoria da Eletrobras aprovou, na semana passada, o edital de venda de 71 participações societárias da empresa em Sociedades de Propósito Específico (SPE) em leilão agendado para 27 de setembro. As fatias serão agrupadas em 18 lotes. O objetivo é diminuir o nível de endividamento, estimado em cerca de R$ 15 bilhões, que pode comprometer a privatização da companhia. O banco Credit Suisse vai assessorar as negociações. As ações caem 23,5% no ano.

 

Quem vai lá

Dufry se despede da bolsa brasileira

A operadora suíça de lojas em aeroportos Dufry solicitou à B3 o fim de seu programa de depósitos de ações negociados no Brasil (BDR). A decisão reflete a baixa liquidez dos papéis e visa a reduzir custos operacionais. A companhia pretende unificar a negociação de seus ativos na bolsa de valores de Zurique. Depois de concluída a descontinuidade do programa de BDRs, a Dufry vai cancelar o registro de emissor de valores mobiliários no País.

 

Touro x Urso

Em uma semana marcada pela divulgação de pesquisas eleitorais, o mercado ficou tenso. O motivo é que o candidato apoiado pelo mercado, Geraldo Alckmin (PSDB), tem menos de 10% das intenções de voto. Isso aumentou a percepção de que a sua candidatura pode não decolar. Até quarta-feira 22, o Ibovespa defendia alta de 1,15% na semana. No ano, os ganhos são de 0,65%.

 

Destaque no pregão

CSN distribui dividendo inesperado

A CSN, presidida por Benjamin Steinbruch, surpreendeu o mercado ao anunciar em 17 de agosto o pagamento de R$ 890 milhões em dividendo extraordinário, o equivalente a R$ 0,641 por ação. Os controladores da empresa possuem 51% do capital social e receberão R$ 480 milhões em proventos. O mercado aprovou a notícia e o papel disparou, acumulando alta de 12,5% na semana até quarta-feira 22. Os analistas, no entanto, questionaram o desembolso. Na avaliação de Leonardo Correa, do BTG Pactual, seria mais natural a siderúrgica ter diminuído o endividamento, que fechou o segundo trimestre em R$ 27,1 bilhões, o que significa 5,3 vezes a geração de caixa da CSN.

Palavra do analista:
O analista do BTG Pactual, Leonardo Correa, destaca que esse é o primeiro pagamento de proventos da companhia em três anos e meio. “Suspeitamos que os dividendos serão usados pela entidade controladora para a quitação de dívidas da holding”, escreve em relatório.

 

Siderurgia

Usiminas aponta causa de acidente em Ipatinga

A explosão que feriu 34 pessoas, ocorrida em 10 de agosto na usina da Usiminas de Ipatinga (MG), foi causada pela “entrada indevida de ar no gasômetro”, informou a companhia. Após inspeção, a siderúrgica presidida por Sergio Andrade identificou outros pontos vulneráveis e implementou medidas de contenção na fábrica. A ação sobe 4,6% no ano.

 

 

Mercado em números

B3
R$ 7,9 bilhões – Foi o valor movimentado no segmento Bovespa durante o exercício de opções sobre ações na segunda-feira 20

LOCALIZA
R$ 1 bilhão – É o valor que o conselho de administração da companhia aprovou para a emissão de debêntures com vencimento em janeiro de 2024

LIGHT
R$ 700 milhões – É o valor que a companhia pretende captar por meio da emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações

MERCANTIL DO BRASIL
R$ 60 milhões – É o valor de aumento de capital do banco mineiro aprovado pelo Banco Central depois de um ano de avaliação

RUMO
17,5% – É o crescimento do volume de soja transportado pela empresa de logística no segundo trimestre, que alcançou 14 bilhões de toneladas