Negócios

Locadora de equipamentos Armac pede registro de oferta pública de ações na CVM

A companhia de locação de equipamentos pesados e plataformas elevatórias Armac protocolou nesta terça-feira, 11, o pedido de registro de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A oferta terá como coordenador líder o Santander, além da atuação do Itaú BBA, do BTG Pactual e do Morgan Stanley.

Segundo o prospecto preliminar enviado à CVM, a Armac registrou lucro líquido de R$ 17,5 milhões em 2020, alta de 68,5% ante o ano anterior. A companhia somou Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 56,6 milhões, avanço de 88,4% em relação a 2019.

Em prospecto preliminar da oferta, a empresa diz que possuía uma frota própria de 1.403 equipamentos locáveis ao final de março, com base de clientes distribuída em 17 Estados nos setores de logística agrícola, agroindustrial, fertilizantes, mineração, papel e celulose, transportes e infraestrutura.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel