Economia

Live da DINHEIRO: Renato Meirelles, fundador do Instituto Locomotiva e do Data Favela, nesta segunda-feira (18), às 17h

Crédito: Arte/IstoÉ Dinheiro/Divulgação

Meirelles concede ao redator-chefe da DINHEIRO, Edson Rossi, na live da IstoÉ Dinheiro desta segunda-feira (18), às 17 horas (Crédito: Arte/IstoÉ Dinheiro/Divulgação)

É pouco provável encontrar alguém que tenha se dedicado a investigar os efeitos da pandemia na alma, no bolso e nos hábitos dos brasileiros como fez Renato Meirelles. Fundador do Instituto Locomotiva e do Data Favela, ele coordenou 38 pesquisas sobre o tema entre março e dezembro do ano passado. Para Meirelles, a Covid-19 atuou como um formidável acelerador de tendências, que está moldando uma nova realidade ainda não completamente conhecida e compreendida.

Um dos maiores especialistas em consumo e opinião pública do País, em 2012, Meirelles fez parte da comissão que estudou a nova classe média brasileira para a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da presidência da República.

Paulistano, 43 anos, comunicólogo e escritor, é autor dos livros “Um País Chamado Favela” e “Guia para Enfrentar Situações Novas Sem Medo”. O olhar dos brasileiros sobre o futuro pós-covid é o tema da entrevista que Meirelles concede ao redator-chefe da DINHEIRO, Edson Rossi, na live desta segunda-feira (18), às 17 horas.


Veja também
+ Trombose após vacinação com AstraZeneca: Quais os sintomas e como se deve atuar?
+ Auxílio: Governo antecipa pagamento da terceira parcela; veja o calendário
+ Confira 5 cuidados para ter na hora de vender um carro
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Ex-polegar é atropelado após encontro com Bolsonaro