Economia

Lira fala em discutir e construir solução conjunta sobre preço dos combustíveis

Crédito: Fabio Pozzebom / Agência Brasil

Lira disse que a questão dos "constantes e seguidos" reajustes nos preços dos combustíveis continua indefinida (Crédito: Fabio Pozzebom / Agência Brasil )



O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse nesta quarta-feira, 2, que o Congresso pode discutir uma solução conjunta para os preços dos combustíveis. Em ano eleitoral, o governo pretende enviar ao parlamento uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para zerar impostos federais sobre o diesel.

“Uma das nossas maiores preocupações é o preço dos itens essenciais ao povo brasileiro: alimentação, energia e combustíveis”, declarou Lira, durante a sessão solene que inaugurou os trabalhos do Congresso neste ano, ao comentar que o Brasil e o mundo sentem as consequências econômicas da pandemia de covid-19.

Em seu discurso, Lira disse que a questão dos “constantes e seguidos” reajustes nos preços dos combustíveis continua indefinida.

Governo prevê PIB em alta de 5% em 2021 e riscos globais e domésticos em 2022



Na segunda-feira, 31, o presidente da Câmara se reuniu com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir a PEC que o governo quer apresentar aos parlamentares, com foco no diesel.

O presidente Jair Bolsonaro chegou a considerar um fundo de estabilização para os preços dos combustíveis, mas recuou da ideia.

“O que não se pode fazer, em nossa visão, é protelar indefinidamente o assunto e ignorar os efeitos de seus impactos perversos sobre a economia nacional e a sociedade brasileira”, disse Lira.