Geral

Liga suspende desfiles e carnaval do Rio não acontecerá em fevereiro

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Por ora, os dirigentes das escolas de samba optaram apenas por suspender o carnaval, mas um cancelamento definitivo não está descartado (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

Os desfiles das Escolas de Samba do Rio não acontecerão em fevereiro, e o carnaval da cidade não tem data para acontecer no próximo ano. A decisão da suspensão da festa na Marquês da Sapucaí foi tomada na noite da quinta-feira, 25, em reunião realizada pela Liga das Escolas de Samba (Liesa). Os blocos de carnaval, por sua vez, haviam decidido pela suspensão de suas celebrações de rua ainda no mês passado.

Representantes de todas as agremiações se posicionaram a favor do adiamento. Por ora, os dirigentes das escolas de samba optaram apenas por suspender o carnaval, mas um cancelamento definitivo não está descartado. Três coisas pesam para definir os desfiles em 2021: imunização em massa contra o novo coronavírus, o que ainda depende da aprovação de uma vacina; tempo hábil para que as escolas se organizem; e questões financeiras.

+ SP adia carnaval e mudança de grandes eventos ameaça receita de R$ 3,41 bi
+ Só vacina garante festa de réveillon e carnaval 

Mesmo que a vacinação se torne uma realidade nos próximos meses e o desfile fique viável em 2021, os dirigentes avaliam que o carnaval provavelmente não acontecerá nos moldes tradicionais. A tendência é que ele seja menor, com menos alas e alegorias. Uma última opção, mas que ainda enfrenta resistência, é cancelar definitivamente os desfiles e esperar por 2022.

A Associação Independente dos Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro (Sebastiana) já havia decidido suspender o desfile de blocos no mês passado. “Para nós é fundamental ter vacinação em massa da população”, afirma Rita Fernandes, presidente da associação.

Ela vê como correta a decisão da Liga das Escolas, mas ressalta que se tratam de dois modelos diferentes de fazer carnaval. Por isso, Rita não descarta que os blocos de rua desfilem em algum momento no próximo ano, mesmo que a Liga opte por cancelar sua apresentação na Sapucaí.

“As escolas dependem de um tempo muito maior para se preparar, de quase um ano. Teoricamente, a gente consegue montar um desfile de bloco em um mês. Claro que gostaríamos que acontecessem e que fosse num mesmo período, mas pode ocorrer de ter uma expressão carnavalesca – eu nem estou chamando de carnaval – numa data diferente”, comenta a presidente da Sebastiana.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?