Giro

Líderes fecham novo acordo e decidem derrubar veto ao projeto de telemedicina

Em uma nova reunião, agora com a participação do Novo, lideranças do Congresso decidiram derrubar o veto sobre o projeto da telemedicina durante a pandemia.

Na manhã desta quarta-feira, 12, lideranças já haviam se reunido e decidido pela derrubada de quatro vetos. O líder do Novo, deputado Paulo Ganime (RJ), no entanto, não foi convidado para participar da conversa e contestou o acordo fechado. Isso fez com que a sessão já em andamento nesta manhã fosse encerrada e nova deliberação, que teve início agora, fosse convocada.

A derrubada do veto relacionado ao projeto da telemedicina foi um pedido do deputado Hiran Gonçalves (PP-RR). “Nós tivemos uma reunião com o presidente Bolsonaro, que contou com a participação do líder do governo, do presidente do Conselho Federal de Medicina e do deputado Luizinho, nosso Presidente da Comissão que trata do coronavírus”, disse o parlamentar pela manhã.

Bolsonaro vetou um dispositivo que previa a regulamentação da telemedicina pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) após a pandemia de covid-19. Bolsonaro alegou que as atividades médicas por vias remotas devem ser reguladas por lei após o fim da pandemia.

Já o veto sobre serviços prestados pelos advogados, para o qual havia acordo para ser derrubado pela manhã, deverá ir a voto separadamente.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?