Economia

Leilão de obras digitais NFT na Sotheby’s alcança US$ 16,8 milhões

Leilão de obras digitais NFT na Sotheby’s alcança US$ 16,8 milhões

Sotheby's está entrando no mercado de NFTs - AFP

A venda de obras digitais do artista Pak definidas como “NFT”, o nome da nova tecnologia de autenticação da moda, chegou a 16,8 milhões de dólares, um sucesso para a casa de leilões Sotheby’s que organizou o evento.

Um mês após a venda de “Everydays: The First 5000 Days” do artista digital americano Beeple por US$ 69,3 milhões na Christie’s, a rival Sotheby’s apostou pela primeira vez na aventura da NFT.

+ Cia Hering recusa oferta de fusão da Arezzo

Essas três letras designam tokens não fungíveis (“non-fungible tokens”), certificados invioláveis de autenticidade que permitem ao comprador de um objeto de arte digital (desenho, animação, vídeo, foto, música) ter a certeza de ser o proprietário.



Para seu evento inédito, a Sotheby’s escolheu um formato totalmente diferente da Christie’s.

Em vez de apostar na raridade, ela lançou quantidades ilimitadas de “cubos” criados pelo Pak através da plataforma especializada Nifty Gateway.

Cerca de 23.598 dessas animações de um paralelepípedo giratório encontraram um comprador nos três dias do leilão, por um total de 14 milhões de dólares.

A ideia do artista era interrogar as noções de valor e raridade, não limitando o número de obras vendidas. Cerca de 3.080 colecionadores compraram pelo menos um cubo, de acordo com a Sotheby’s.

Além desses cubos, Pak também vendeu duas peças exclusivas, uma das quais representa um único pixel e foi comprada por US$ 1,36 milhão pelo colecionador digital Eric Young. A outra, uma forma geométrica que gira sobre si mesma, foi vendida por 1,44 milhão.

Quem comprou mais cubos receberá uma obra adicional única, intitulada “O Cubo”, uma espécie de bônus, diferente dos demais cubos.

A venda é um sinal da vitalidade do mercado NFT, que gera mais de 10 milhões de dólares em transações todos os dias em plataformas digitais como Nifty Gateway ou OpenSea.

De acordo com o site especializado NonFungible.com, obras digitais no valor de 2 bilhões de dólares mudaram de mãos neste mercado apenas no primeiro trimestre de 2021.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago