Sustentabilidade

Lego atinge meta de usar 100% energia sustentável três anos antes do prazo estabelecido

Em 2017 a Lego lançou plano de só usar energia renovável em sua cadeia produtiva nos Estados Unidos até 2022. A empresa atingiu a meta com uma gigante usina eólica no mar da Irlanda

Lego atinge meta de usar 100% energia sustentável três anos antes do prazo estabelecido

Em 2017, a empresa dinamarquesa de brinquedos Lego, anunciou um plano de até 2022 ter toda a energia usada em sua cadeia produtiva nos Estados Unidos ser renovável. Dois anos depois, a companhia atingiu a meta com três anos de antecedência graças a construção de uma gigante usina de 258 megawatt de energia eólica no mar da Irlanda. Para comemorar o construção, a Lego até lançou um kit onde era possível montar um moinho de energia com os bloquinhos de plástico da marca.

A empresa de 86 anos é a maior fabricante de brinquedos dos Estados Unidos, onde vende cerca de US$ 2 bilhões anualmente, além de ter 42 escritórios ao redor do planeta. Segundo o CEO do Lego Group, Bali Padda, a medida de usar somente energia renovável foi uma maneira da companhia ter um “impacto positivo” no planeta.

Nomeada de Burbo Bank Extension Wind Farm, a usina eólica faz parte de um gigante complexo na costa irlandesa que é a maior usina do tipo em mar aberto. Ela gera um total de 659 megawatt e é capaz de suprir energia para cerca de 590 mil residências.