Edição nº 1146 11.11 Ver ediçõs anteriores

Lance solidário

Lance solidário

Em setembro, um vazamento de petróleo de grandes proporções tomou conta do litoral nordestino. Diante do prejuízo incalculável para o meio ambiente, clubes de futebol da região se uniram e criaram um movimento para cobrar uma postura mais rígida das autoridades. A campanha envolveu a participação de times como Ceará, CRB, CSA, Fortaleza, Sport Recife e Vitória. Mas foi o Esporte Clube Bahia quem deu o grande exemplo. Para a partida contra o Ceará, válida pelo Campeonato Brasileiro, a equipe produziu, de última hora, uniformes com manchas pretas, semelhantes às que invadiram o mar. Agora, o Bahia está leiloando as camisas utilizadas no jogo. E todo o valor arrecadado com a ação será repassado para ONGs que estão ajudando a limpar as manchas do litoral nordestino.

(Nota publicada na Edição 1144 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Vítimas de Mariana continuam sem lar definitivo

Quatro anos após o desastre que destruiu a região de Mariana (MG), as vítimas ainda aguardam uma casa nova. O prazo para que a Fundação [...]

O preço do impacto das “moedas da sorte” nas Cataratas do Iguaçu

Um gesto tradicional de turistas que visitam as Cataratas do Iguaçu está saindo caro para o equilíbrio da natureza. É que os visitantes [...]

Amazônia sustentável

Chegou ao fim a primeira fase do projeto de educação ambiental em comunidades ribeirinhas e indígenas da Amazônia, numa parceria da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) com as Lojas Americanas. Um dos objetivos da ação foi desenvolver boas práticas em gestão de resíduos sólidos. Em pouco mais de um ano, o projeto coletou cerca de uma […]

A salvação do mico-leão-dourado

Uma das principais espécies da fauna brasileira, o mico-leão-dourado resiste à extinção há décadas. Com a população estimada em apenas [...]

Inglês para todos

Segundo um estudo do British Consul e do Instituto de Pesquisa Data Popular, apenas 5% da população brasileira fala inglês. É pouco, se [...]
Ver mais