Giro

Ladrão adormece em Audi Q7 que estava tentando roubar e é preso

Ladrão adormece em Audi Q7 que estava tentando roubar e é preso
Às vezes, as coisas podem ficar tão absurdamente ruins que você não tem outra escolha a não ser rir. Uma mulher no Reino Unido, cujo Audi Q7 quase foi roubado, se o ladrão não tivesse adormecido na entrada de sua garagem, sabe tudo sobre isso.

O roubo de carro é um dos casos mais frequentes de danos materiais em todo o mundo. Há uma sensação de violação e, é claro, de perda que vem com o roubo de seu carro que impede que a maioria desses casos seja motivo de piada. Esta é a própria piada, porque o ladrão adormeceu dentro do veículo, enquanto tentava roubá-lo.

+ Policial reage a assalto, atira e mata ladrão em São Bernardo do Campo



O incidente aconteceu na última semana em Sutton Coldfield, em West Midlands, no Reino Unido. Zoe, seu marido e seus filhos estavam dormindo dentro da casa quando o ladrão aspirante veio rondando. Um alerta da comunidade que havia sido enviado no início da noite, alertando sobre a presença de um ladrão de carros, passou despercebido pelo casal, disse Zoe ao The Sun.

De manhã, ela viu o alarme e foi direto para a janela para verificar seus dois carros, incluindo o Audi Q7 . Ela ficou aliviada ao ver os dois ali, na entrada. No entanto, minutos depois, um de seus filhos veio até ela para lhe dizer que um homem estava dormindo ao volante do Audi. Era o mesmo ladrão que os vizinhos tinham visto na noite anterior e, por alguma razão, ele cochilou ao volante. Ele fez questão, porém, de carregar seus bolsos com tudo o que encontrou dentro, desde fones de ouvido, dinheiro e CDs.

“Não sabíamos se ria ou chorava”, diz Zoe. “Foi assustador ver o homem que invadiu, mas engraçado que ele se acomodou e cochilou.”

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia


A situação dos proprietários era acordar o ladrão, oficialmente apelidado de ladrão mais preguiçoso da Grã-Bretanha, ou apenas esperar a chegada da polícia. Eles optaram pelo último, para que os policiais tivessem a “honra” de cumprimentá-lo pela manhã – sem café, no entanto. Ele parecia confuso, mas se recuperou rapidamente, dizendo a eles que não podiam prendê-lo por roubo porque “não saí com nada”. Preciso, mas irrelevante. Acabou sendo preso acusado de roubo.