Negócios

Lacoste diz que irá conversar com Djokovic para decidir sobre patrocínio

Crédito: Facebook / Novak Djokovic

Tenista sérvio Novak Djokovic anunciou que detém 80% da QuantBioRed (Crédito: Facebook / Novak Djokovic)

A empresa Lacoste informou, em comunicado, que quer esclarecer a deportação do tenista Novak Djokovic e não confirmou se manterá o patrocínio do atleta.

“O quanto antes, entraremos em contato com Novak Djokovic para entender os eventos que se desenrolaram durante sua presença na Austrália, disse a empresa, que tem contrato com o tenista sérvio até 2025.



Após ser deportado, Djokovic chegou a Dubai nesta segunda (17), de acordo com o portal Antagonista. O atleta, que é antivacina, foi vetado do Australian Open pela justiça do país e teve o visto cancelado.

Nadal diz que seria melhor para todos se Djokovic estivesse jogando na Austrália

Os patrocínios de Djokovic giram em torno de US$ 34,5 milhões por ano. De acordo com a Forbes, Djokovic foi o 46º atleta mais bem pago do mundo em 2021.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia