Giro

Laboratório desenvolve teste para detectar varíola dos macacos

Crédito: Pexels

Teste PCR capaz de detectar a varíola dos macacos pode ajudar a combater a doença (Crédito: Pexels)



O laboratório farmacêutico Roche desenvolveu um teste de PCR capaz de detectar o vírus da varíola dos macacos.

No anúncio, feito nesta quarta-feira (25), o grupo suíço explicou que o desenvolvimento do novo teste foi motivado pelo aumento de casos da doença em vários países.

+ Câmara aprova texto-base de projeto que limita ICMS sobre combustíveis e energia elétrica

O produto não é destinado ao público geral e não será vendido em farmácias e centros médicos, ficando disponível para fins de pesquisa na maioria dos países.



Foram criados três versões do teste pelo laboratório, com um deles conseguindo detectar a presença de qualquer patógeno da família orthopoxvírus. O segundo teste reconhece exatamente o vírus da varíola dos macacos, enquanto o terceiro exame detecta a presença de qualquer orthopoxvírus, mas não especifica se um deles é o causador da varíola dos macacos.

Número de países atingidos

No início da semana eram mais de 250 casos da doença registrados em 16 países, incluindo um brasileiro na Alemanha. Para a Organização Mundial da Saúde (OMS) trata-se de um surto atípico, já que ocorre fora de países africanos, onde a doença é endêmica.