Negócios

Kroton prevê aumentar de 1% a 5% Ebitda em 2019 ante 2018 ex-Somos

A Kroton prevê uma expansão do Ebitda este ano entre 1% e 5% em relação ao ano passado, excluindo os resultados da Somos, segundo apresentação a analistas e investidores divulgada nesta quarta-feira, 23. Para as linhas de lucro líquido e receita líquida, a Kroton projeta estabilidade este ano em relação a 2018.

Para a geração de caixa (Operacional Pós Capex Recorrente) e conversão de caixa (cash conversion), a projeção da instituição de ensino é de uma expansão acima de 10%. Segundo a empresa, caso sejam incluídos os dados da Somos, “todos os indicadores” seriam “ainda melhores”.

Sobre 2018, a empresa reafirma que vai entregar todos os “guidances”, que incluem lucro líquido ajustado de R$ 1,940 bilhão; Ebitda ajustado de R$ 2,275 bilhões; receita líquida de R$ 5,480 bilhões; e margem Ebitda ajustada de 41,5%.

Segundo a empresa, para 2020, a tendência é “positiva em todos os indicadores”. Além disso, a companhia afirma que a geração de caixa e a conversão de Ebitda em caixa contam com potencial de crescimento em 2020 e 2021.

Em relação aos novos alunos, no primeiro semestre de 2019, até o momento, com 30% da captação completa, a Kroton informa que no ensino presencial há uma estabilidade no volume, mas alta nos preços. Já no EAD, há estabilidade tanto em termos de preço quanto de volume.