Edição nº 1142 14.10 Ver ediçõs anteriores

Geral

Justiça manda prender 17 por fraude em vestibular para Medicina em Assis (SP)

Promotores de Justiça de Assis, no interior de São Paulo, e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em parceria com agentes e delegados da Polícia Civil, deflagraram nesta sexta-feira, 12, a Operação Asclépio, com o objetivo de combater fraudes no vestibular de 2017 para o curso de Medicina da Fundação Educacional do Município de Assis (Fema).

A investigação revela que “pessoas com maior capacidade intelectual usavam documentos falsos para se passarem pelos candidatos efetivamente inscritos, realizando as provas no lugar destes”.

Segundo a Promotoria, foram identificados “os alunos e os responsáveis pela ação fraudulenta, desvendando a existência de possível organização criminosa com atuação mais ampla, fora da comarca de Assis”.

Os promotores destacam que os integrantes do grupo supostamente se dedicam a fraudar processos de transferência de alunos de uma faculdade para outra, sempre no curso de medicina.

Ainda segundo a investigação, o esquema não conta com a participação de pessoas ligadas à Fema.

Dezessete pessoas foram identificadas e tiveram suas prisões temporárias decretadas pela Justiça. Foram expedidos e cumpridos vários mandados de busca e apreensão, visando à coleta de provas. A Justiça decretou o sequestro de bens das pessoas ligadas à organização criminosa.

A Operação Asclépio mobilizou 39 viaturas do Grupo Especial de Reação, Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos e do Grupo de Operações Especiais da capital, além de viaturas do interior.

A força-tarefa é composta por promotores de Justiça da capital, Assis, Fernandópolis e São José do Rio Preto; e 22 delegados da Polícia Civil de Assis, Presidente Prudente e Dracena.

Geral

Justiça manda prender 17 por fraude em vestibular para Medicina em Assis (SP)

Promotores de Justiça de Assis, no interior de São Paulo, e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em parceria com agentes e delegados da Polícia Civil, deflagraram nesta sexta-feira, 12, a Operação Asclépio, com o objetivo de combater fraudes no vestibular de 2017 para o curso de Medicina da Fundação Educacional do Município de Assis (Fema).

A investigação revela que “pessoas com maior capacidade intelectual usavam documentos falsos para se passarem pelos candidatos efetivamente inscritos, realizando as provas no lugar destes”.

Segundo a Promotoria, foram identificados “os alunos e os responsáveis pela ação fraudulenta, desvendando a existência de possível organização criminosa com atuação mais ampla, fora da comarca de Assis”.

Os promotores destacam que os integrantes do grupo supostamente se dedicam a fraudar processos de transferência de alunos de uma faculdade para outra, sempre no curso de medicina.

Ainda segundo a investigação, o esquema não conta com a participação de pessoas ligadas à Fema.

Dezessete pessoas foram identificadas e tiveram suas prisões temporárias decretadas pela Justiça. Foram expedidos e cumpridos vários mandados de busca e apreensão, visando à coleta de provas. A Justiça decretou o sequestro de bens das pessoas ligadas à organização criminosa.

A Operação Asclépio mobilizou 39 viaturas do Grupo Especial de Reação, Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos e do Grupo de Operações Especiais da capital, além de viaturas do interior.

A força-tarefa é composta por promotores de Justiça da capital, Assis, Fernandópolis e São José do Rio Preto; e 22 delegados da Polícia Civil de Assis, Presidente Prudente e Dracena.


Destaques

Mercado financeiro

Ibovespa avança 0,89% e supera os 105 mil pontos nesta quarta-feira


Governo dará desconto de até 70% para quem tem dívida com a União

Medida Provisória

Governo dará desconto de até 70% para quem tem dívida com a União

De acordo com o Ministério da Economia, a transação tributária 'representa uma alternativa' fiscal mais 'justa' do que os seguidos programas de refinanciamento de dívidas, os chamados Refis


Distribuição de renda

Desigualdade recorde: metade dos brasileiros vive com R$ 413 mensais

Corrupção

STF tem dois votos pela condenação de Geddel no caso dos R$ 51 milhões


Luto

Lázaro de Mello Brandão, ex-chairman do Bradesco, morre aos 93 anos

"Seu Brandão"

"Seu Brandão"

Lázaro de Mello Brandão, ex-chairman do Bradesco, morre aos 93 anos

Lázaro Brandão passou por todas as áreas no banco, fundado por Amador Aguiar. Assumiu a presidência do Bradesco em 1981. A partir de 1990, acumulou o cargo de presidente do Conselho de Administração.


Internacional


Nova geração democrata apoiará veterano progressista Bernie Sanders

Estados Unidos

Estados Unidos

Nova geração democrata apoiará veterano progressista Bernie Sanders

Europa deve se preparar para nova onda migratória, alerta premier grego

Imigração

Imigração

Europa deve se preparar para nova onda migratória, alerta premier grego


Farol Dinheiro

Para FMI, Brasil precisa de mais que reforma da Previdência para crescer

Economia

Economia

Para FMI, Brasil precisa de mais que reforma da Previdência para crescer

Fundo Monetário Internacional afirma que para um incremento mais robusto da economia, o País precisa fazer novas aberturas comerciais e investir em infraestrutura


Editorial

O megaleilão de R$ 112 bilhões

Por Carlos José Marques

Por Carlos José Marques

O megaleilão de R$ 112 bilhões

Já desponta como a mais promissora notícia deste primeiro ano de Governo o megaleilão do excedente da cessão onerosa do petróleo do pré-sal, que deve ocorrer no mês que vem, com previsão de arrecadação na casa de R$ 112 bilhões. Será, em se confirmando, um resultado tão extraordinário que pode significar a redenção orçamentária do Estado

Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus

Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus

"Investidor é como boxeador. Se estiver domado não produz nada"

O principal nome do site de recomendações financeiras que mais barulho causou no Brasil nos últimos anos fala sobre os resultados que obteve a partir de estratégias de marketing incisivas e explica por que sua empresa optou por uma postura mais zen


Tecnologia

Sono hype

O foco agora é na cama

O foco agora é na cama

Sono hype

A indústria do bem-estar chega à era pós-fitness e alimentação saudável: a hora de dormir


Acerto de contas

JBS

Acerto de contas

Com desembolso de R$ 5 bilhões, JBS conclui o pagamento da totalidade das dívidas com bancos públicos reguladas pelo Acordo de Normalização, de 2018

O plano elétrico da Renault

Mobilidade

O plano elétrico da Renault

A marca francesa acelera suas vendas fortalecendo parcerias com governos e entidades dedicadas a popularizar os motores carbono zero


Dinheiro da semana

Bolsonaro bate boca com Bivar e racha com PSL

Crise no partido

Crise no partido

Bolsonaro bate boca com Bivar e racha com PSL

O estopim teria sido a declaração dada, na manhã da própria quarta, pelo presidente da legenda, o deputado federal Luciano Bivar, segundo quem a relação de Bolsonaro com o partido estava em estado terminal. “Ele já está afastado”, acrescentou Bivar


Ambiente competitivo estimula Santander

Expansão

Ambiente competitivo estimula Santander

Além do avanço por canais digitais, banco pretende ampliar rede de agências que atendem a cadeia do agronegócio, desde fornecedores, produtores até a agroindústria

Juro baixo destrava ofertas de ações

Onda de IPOS's

Juro baixo destrava ofertas de ações

Volume financeiro em operações iniciais e de aumento de capital por companhias abertas já ultrapassa R$ 60 bilhões neste ano. A perspectiva é encerrar o quarto trimestre com movimentação total superior a R$ 70 bilhões — um recorde


Colunas


O que aprendi sobre chatbots na China

Eduardo Henrique

Eduardo Henrique

O que aprendi sobre chatbots na China

Conheci de perto cerca de 20 empresas durante esse período, já que o motivo principal dessa viagem era observar iniciativas chinesas disruptivas em diversos setores, em especial aquelas que focam na Inteligência Artificial para serviços de interação e suporte aos clientes