Giro

Justiça inocenta empresário acusado de estuprar Mari Ferrer

O juiz Rudson Marcos, da 3ª Vara Criminal de Florianópolis, absolveu ontem o empresário André Camargo Aranha da acusação de estupro de vulnerável da influenciadora Mari Ferrer, em 2018, em um beach club de Jurerê Internacional, no Norte da Ilha de Santa Catarina.

Segundo a Associação dos Magistrados Catarinenses, a decisão levou em consideração manifestação do Ministério Público – responsável pela denúncia apresentada em 2019 – no sentido de que as provas do processo eram “insuficientes” para amparar uma condenação.

Nas redes sociais, os usuários contestaram a finalização do processo, e a hashtag #justiçapormaribferrer ficou nos trending topics do Twitter no Brasil, assim como o nome da blogueira. Ela denunciou o caso em seu Instagram em 2019, mas a conta foi retirada do ar após as postagens sobre o caso.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel