Negócios

Justiça inicia processo de R$ 43,7 bilhões contra a Volkswagen

Investidores entraram com processo após revelação de fraudes nos testes de controle de poluentes; processo deve levar pelo menos até o ano que vem para ser totalmente decidido.

Justiça inicia processo de R$ 43,7 bilhões contra a Volkswagen

A justiça alemã deu início ao julgamento da Volkswagen após a divulgação de fraudes nos testes de emissão de poluentes. As multas e sanções contra a montadora podem chegar a 9,2 bilhões de euros (aproximadamente 43,7 bilhões de reais).

As ações da VW caíram após a divulgação, em 2015, de que sua tecnologia a diesel emitia níveis de poluição ilegais. A justiça está julgando Volks por danos após ingresso dos investidores, alegando que a empresa deveria ter revelado mais cedo sobre a falsificação de dados de emissões.

“A VW deveria ter dito ao mercado que eles trapacearam”, disse Andreas Tilp, um advogado dos reclamantes, ao tribunal.

“Acreditamos que a VW deveria ter dito ao mercado, até junho de 2008, que não poderia fabricar a tecnologia de que precisava nos Estados Unidos”, disse ele ao tribunal regional superior de Braunschweig.

Os acionistas que representam 1.670 ações estão buscando compensação pelos quase 40% de queda no preço das ações da Volkswagen, desencadeada pelo escândalo, que foi quebrado em setembro de 2015 e custou à empresa € 27,4 bilhões em multas até o momento.

50 advogados e 1,6 mil processos judiciais

A ação legal foi trazida pelo fundo de investimento Deka, que está sendo usado como um modelo para mais 1,6 mil processos judiciais. O caso envolve cerca de 50 advogados, e o interesse na audiência é tão grande que teve de ser transferido do tribunal para um centro de conferências próximo.

Em uma breve declaração à BBC, a VW apontou que a “ação é única e exclusivamente sobre se a Volkswagen cumpriu suas obrigações de divulgação para com os acionistas e o mercado de capitais”.

A empresa disse que estava “confiante” de que cumpriu suas obrigações corretamente. Espera-se que o processo judicial leve pelo menos até o ano que vem para ser totalmente decidido.

Ex-executivos da VW, Porsche e sua empresa irmã Audi estão sob investigação criminal na Alemanha. A própria empresa já foi multada em 1 bilhão de euros pelos promotores alemães por causa do escândalo de emissões de diesel. Também pagou uma multa de US$ 4,3 bilhões nos EUA para resolver penalidades criminais e civis.

 

Tópicos

processo Volkswagen