Finanças

Juros voltam às mínimas com dólar após dados dos EUA

Os juros futuros voltaram a testar as mínimas da sessão desta quinta-feira, 16, acompanhando o dólar, que renovou pouco antes do fechamento deste texto a menor cotação intraday. Os ajustes coincidiram com a divulgação de dado de auxílio-desemprego nos Estados Unidos, não muito distante da expectativa, mas resultado bem acima do estimado no caso das vendas no varejo (alta 7,5% em junho ante maio; previsão +5,2%).

Além disso, os investidores avaliam fala da presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, sobre a manutenção da sua política monetária, com reiterada disposição de “ajustar seus instrumentos”.

Às 10h11, o DI para janeiro de 2022 tinha taxa de 3,02%, na mínima, ante 3,052% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2027 indicava 6,42%, na mínima, ante 6,42% ontem no ajuste.

Veja também

+ Bolsonaro posta foto com filha e rebate crítica: “Já tomou Caracu hoje?”

+ Faça em casa receita de pudim com milho e leite condensado

+ Ex-capa da Playboy é presa acusada de tráfico de drogas em rede de prostituição

+ Com bumbum à mostra, Ivy Moraes filosofa no Instagram

+ Saiba por que as farmacêuticas vêm testar vacinas no Brasil

+ Namorada de Marco Verratti exibe fotos sensuais

+ Lívia Andrade posa de fio dental

+ Auxílio emergencial: Caixa credita hoje parcela para nascidos em janeiro

+ Google permite ver animais em 3D com realidade aumentada

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

taxas de juros