Negócios

Juros são melhor indicador da posição do BCE, não volume de compras de títulos, diz Lane

FRANKFURT (Reuters) – Os custos dos empréstimos, e não o volume de compras de ativos, são o melhor indicador da postura de política monetária do Banco Central Europeu, disse o economista-chefe do BCE, Philip Lane, nesta quarta-feira, rejeitando sugestões de que a instituição estaria endurecendo sua conduta.

O BCE decidiu na semana passada reduzir moderadamente suas compras de títulos, já que a economia está melhorando, e enfrentou algumas críticas de que está cortando o suporte mesmo com a expectativa de que a inflação fique abaixo da meta nos próximos anos.

“Não é uma boa ideia identificar a postura da política monetária pelo volume de compras de ativos, porque os mapeamentos do volume de compra de ativos à postura da política monetária passam essencialmente pela curva de juros… e avaliamos que a curva de juros continua bem baixa”, disse Lane em seminário.

Ele acrescentou que está satisfeito com o progresso na elevação do núcleo da inflação.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago