Finanças

Juros: DIs voltam à estabilidade em linha com mínima do dólar após dado dos EUA

Os juros futuros devolveram o ajuste para cima nesta quinta-feira, em sintonia com a aceleração da queda do dólar até nova mínima, em resposta ao indicador sobre auxílio-desemprego nos Estados Unidos. Houve queda a 1,314 milhão de solicitações, ficando abaixo da expectativa de 1,388 milhão de solicitações, ajudando em uma percepção melhor sobre a retomada no pós-covid-19.

Às 10h05, o DI para 2027 já voltava para perto do ajuste anterior, com taxa de 6,46%, ante 6,48% no ajuste de quarta-feira. O DI para janeiro de 2023, o mais líquido, estava em 4,19%, de 4,17% no ajuste anterior. O dólar à vista valia R$ 5,2657, queda de 1,57%.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

taxas de juros