Negócios

Juiz invalida acordo da Bayer sobre glifosato nos Estados Unidos

Crédito: AFP/Arquivos

A Bayer, que não admite qualquer malfeito, sustenta que estudos científicos e aprovações regulatórias mostram que o principal ingrediente do Roundup, o glofisato, é seguro - (Crédito: AFP/Arquivos)

Um juiz dos Estados Unidos se negou a validar um acordo que permitia à multinacional farmacêutica Bayer dispor de até 2 bilhões de dólares para evitar futuras ações relacionadas com um herbicida supostamente cancerígeno, e destacou que era “claramente não razoável” para alguns denunciantes.



O acordo era benéfico para a Bayer porque limitava seus futuros riscos legais, avaliou o juiz Vince Chhabria em sua decisão nesta quarta-feira (26).

+ Lucro da Bayer sobe 40,3% e atinge US$ 2,54 bilhões no 1º trimestre

Ao mesmo tempo, o acordo não protegia suficientemente os interesses das pessoas que usaram o Round’Up, um herbicida à base de glifosato, antes de fevereiro de 2021, mas que ainda não foram diagnosticada com linfoma não Hodgkin, um câncer do sistema linfático, acrescentou o magistrado.

Desde a aquisição do grupo agroquímico americano Monsanto, em junho de 2018, a gigante alemã enfrentou uma série de processos judiciais contra o produto Round’Up nos Estados Unidos.



Em junho passado, chegou a um acordo de mais de 10 bilhões de dólares para encerrar 125.000 denúncias neste expediente aberto no país.

Mas o acordo foi parcialmente rechaçado pela justiça, devido a reservas sobre as futuras demandas.

Em fevereiro, a Bayer e advogados demandantes acordaram que a multinacional faria um aprovisionamento de fundos de “até 2 bilhões” de dólares para demandas futuras, o que foi indeferido pelo juiz Chhabria.

O Round’Up, baseado no glifosato, é classificado como um “carcinógeno provável” pela Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (IARC), braço da OMS. No entanto, a Bayer nega essa qualificação.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?