Economia

Jucá considera muito idade mínima de 65 anos para trabalhadora rural


O líder do governo no Senado Federal, Romero Jucá (PMDB-RR), defendeu o aumento do combate à fraude na aposentadoria rural em vez de aumentar a idade mínima de aposentadoria das mulheres rurais na reforma da Previdência. Ele disse que idade mínima de 65 anos para a aposentadoria das mulheres do campo, prevista na reforma, “é muito”. Segundo ele, o PMDB discute essa mudança na proposta. “Eu acho 65 anos muito. Até porque está aumentando de homem de 60 anos para 65 anos e da mulher de 55 anos para 65 anos. São dez anos a mais”, criticou.

Segundo o senador, o fechamento de questão do PMDB para a aprovação da reforma da Previdência na Câmara depende de pedido da liderança do partido na Câmara. “Fechar a questão depende da bancada. Não sei se eles vão pedir. Se pedirem, eu vou levar para o Executivo. Na PEC do teto do gasto eles pediram”, afirmou.