Joia de comemoração

Joia de comemoração

Em 28 de janeiro, boa parte do Oriente parou para as comemorações do ano novo chinês, representado pelo galo no zodíaco do país asiático. De olho nas pessoas que têm o animal como signo, como nascidos em 1981, 1993 e 2005, alguns estilistas criaram peças remetendo à ave.

O designer italiano Roberto Coin criou um anel de ouro branco 18 quilates inspirado no bicho e com diversos diamantes e safiras trazendo a coloração das penas. A peça é avaliada em US$ 23 mil e está à venda.

(Nota publicada na Edição 1004 da revista Dinheiro)

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Envelhecida em casa

Perfeito para envelhecer cachaças em casa, esse barril de carvalho francês enriquece a bebida com aromas frutados, além de conferir à [...]

Forever young

Mais antiga empresa de cosméticos do mundo, com quase 150 anos de existência, a japonesa Shiseido é famosa por seus produtos [...]

O incrível diamante de US$ 15,9 milhões

Não existe pandemia que afete o mercado de altíssimo luxo. Prova disso é o diamante azul de 12 quilates que acaba de ser arrematado num [...]

Lamborghini da hora

A montadora de superesportivos Lamborghini acaba de anunciar sua mais nova máquina. Não é um carro. Trata-se do relógio batizado de [...]

A Bíblia do azeite

Os azeites produzidos no Brasil conquistam cada vez mais respeito dentro e fora do País. Já são mais de 70 marcas de extravirgem [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.