Economia

Johnson endurece com UE e diz que seguirá em frente caso não haja acordo

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afirmou nesta segunda-feira, 7, que União Europeia (UE) e Reino Unido devem “seguir em frente” caso não cheguem, até 15 de outubro, a um acordo de livre comércio para vigorar a partir de janeiro de 2021, quando vence o chamado período de transição do Brexit. O tom do premiê já era esperado, como adiantou mais cedo o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

“É necessário que haja um acordo com os nossos amigos europeus até 15 de outubro, se for para um acordo entrar em vigor no final do ano. Portanto, não faz sentido pensar em cronogramas para além deste ponto. Se não chegarmos a um entendimento até lá, não vejo um acordo de livre comércio entre nós”, declarou o primeiro-ministro em nota enviada à imprensa. “Nossa porta nunca será fechada e continuaremos a negociar como amigos e parceiros – mas sem um acordo de livre comércio”, completou.

De acordo com Johnson, porém, o Reino Unido segue disposto para negociar com Bruxelas ao longo de setembro e firmar um entendimento, desde que em condições “razoáveis”.

“Se a UE estiver pronta para repensar suas posições atuais terei o maior prazer. Mas não podemos e não vamos comprometer os fundamentos do que significa ser um país independente para obter um acordo”, defendeu o premiê.

UE e Reino Unido vêm trocando farpas nos últimos tempos quando o assunto é o acordo comercial. O negociador do Brexit pelo lado europeu, Michel Barnier, criticou Londres na semana passada por buscar o que chamou de “acordo com benefício exclusivo para britânicos”. “Faremos tudo ao nosso alcance para chegar a um acordo. Porém, não sacrificaremos – nunca sacrificaremos – os interesses econômicos e políticos de longo prazo da UE”, disse Barnier.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?