Giro

Johnson diz que vai retirar a lei do Brexit se Parlamento rejeitar sua agenda

Johnson diz que vai retirar a lei do Brexit se Parlamento rejeitar sua agenda

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson fala na abertura do debate sobre o projeto de lei de acordo de retirada do Brexit na Câmara dos Comuns em Londres - PRU/AFP

O primeiro-ministro Boris Johnson advertiu nesta terça-feira os deputados britânicos que se a sua agenda para concretizar o Brexit no fim do mês for rejeitada ele vai retirar o projeto de acordo e optará por eleições antecipadas, o que implica um novo adiamento.

“Se o Parlamento se negar a permitir que o Brexit aconteça (…) o projeto de lei terá que ser retirado e teremos que avançar para eleições gerais”, afirmou durante um acalorado debate sobre a legislação necessária para implementar o acordo alcançado na semana passada com Bruxelas.