Negócios

JBS tem lucro líquido de R$ 2,435 bilhões no 4Tri19, alta de 332,4% ante o 4Tri18

Crédito: Divulgação

O Ebitda ajustado da JBS no quarto trimestre de 2019 alcançou R$ 5,7 bilhões, alta de 67,2% sobre os R$ 3,4 bilhões do mesmo intervalo do ano anterior (Crédito: Divulgação)


A JBS, maior empresa de proteínas animais do mundo, informou nesta quarta-feira, 25, que terminou o período de outubro a dezembro de 2019 com um lucro líquido atribuído aos controladores de R$ 2,435 bilhões, 332,4% acima dos R$ 563,2 milhões no mesmo intervalo de 2018. Incluindo a participação dos minoritários, o lucro foi de R$ 2,513 bilhões, avanço de 356,5%.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da JBS no quarto trimestre de 2019 alcançou R$ 5,7 bilhões, alta de 67,2% sobre os R$ 3,4 bilhões do mesmo intervalo do ano anterior. A margem Ebitda foi de 9,9%, ante 7,2% um ano antes.

+ JBS obtém liminar que autoriza retomada imediata de atividades em SC
+ A estratégia natural da JBS 

No período, a companhia reportou uma receita líquida de R$ 57,1 bilhões, um aumento de 20,7% sobre os R$ 47,3 bilhões do quarto trimestre de 2018.

Por unidade de negócio, a JBS Brasil foi a que registrou maior crescimento na receita em moeda local no período, de 28,4%, seguida por Seara, com 23,9%, e Pilgrims Pride, com aumento de 15,3%. O maior crescimento do Ebitda foi na JBS USA Pork, de 78,1%, seguido por JBS Brasil, de 66,2%, e pela Seara, de 48,9%.

No balanço, a empresa informou que seu índice de alavancagem (relação entre dívida líquida e Ebitda) em reais caiu para 2,16 vezes, ante 3,18 vezes no quarto trimestre de 2018. Em dólar, a alavancagem ficou em 2,13 vezes no quarto trimestre de 2019 – era de 3,01 vezes um ano antes.

A menor alavancagem reflete a diminuição na dívida líquida da JBS, que estava em R$ 42,994 bilhões no fim do quarto trimestre de 2019, abaixo dos R$ 47,217 bilhões de um ano antes. A companhia também aumentou a geração de caixa livre, que era de R$ 3,2 bilhões no fim do trimestre, alta de quase 142% na comparação com o quarto trimestre de 2018.

Considerando todo o ano passado, o lucro líquido da JBS cresceu 241 vezes e alcançou o recorde de R$ 6,1 bilhões, ante apenas R$ 25 milhões em 2018. A receita líquida da companhia no período também foi recorde e somou R$ 204,5 bilhões, um aumento de 12,6% ante os R$ 181,7 bilhões do ano anterior.

No ano de 2019, o Ebitda ajustado da JBS alcançou R$ 19,9 bilhões, um avanço de 33,9% sobre o Ebtida ajustado de R$ 14,8 bilhões de 2018. A empresa obteve uma margem Ebitda de 9,7% no ano. Em 2018, a margem ficou em 8,2%.

Tópicos

jbs lucro resultados