Edição nº 1091 11.10 Ver ediçõs anteriores

Já tem comprador

Já tem comprador

O estaleiro brasileiro Intermarine Yachts está lançando a sua nova embarcação: o modelo 58 offshore, um barco de alta performance com design arrojado. Com 17,6 metros de comprimento e velocidade máxima de 54 nós (100 km/h), o barco tem capacidade para 14 passageiros. O novo modelo, que tem preço médio de R$ 5,2 milhões, já tem uma unidade vendida e três em negociação. Neste ano, a Intermarine vai produzir 38 embarcações. “A Intermerine não deixou de investir na parte de desenvolvimento de produtos, durante a crise”, diz Roberta Ramalho, CEO do estaleiro. “O 58 offshore é um barco de velocidade e alta performance, características que estão no DNA da empresa.”

(Nota publicada na Edição 1069 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Márcio Kroehn e Moacir Drska)


Mais posts

Pela tela do celular

Recentemente, Lincoln Martins, que comanda as operações do grupo Sforza na área de alimentação, revelou à coluna que as redes de fast [...]

Estudo de caso

A Smiles se tornou um caso a ser estudado pela empresa de tecnologia Oracle. A companhia, que tem a Gol como sua principal acionista, é [...]

Aula em Miami

O Unicesumar, um dos dez maiores grupos de educação do País, com 120 mil alunos e receita estimada em quase R$ 500 milhões, dará início [...]

Charge da semana

(Nota publicada na Edição 1091 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Hugo Cilo)

O tema foi um só

No 9th Latin America CEO Conference, organizado pelo BTG Pactual, em Nova York, com 147 empresas e 575 investidores, o assunto foi [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.